Sustentabilidade. Portugal avança nas renováveis

2 min de leituraMobilidade
Em 2023, Portugal alcançou um marco notável no caminho para um futuro mais sustentável. Segundo a Redes Energéticas Nacionais - REN - 61% do consumo elétrico nacional foi abastecido por energia renovável.
Partilhar esta mensagem

Talvez o leitor não saiba, mas Portugal tem feito progressos notáveis na transição para energias renováveis. É verdade, em 2023, a produção renovável representou 61% do consumo de eletricidade, num total de 31,2 TWh, conforme indica a REN. Este desenvolvimento reflete o compromisso nacional com a redução da pegada carbónica e com o uso de fontes energéticas mais limpas e sustentáveis.

Desafios e estratégias de superação. Portugal enfrentou desafios consideráveis, particularmente após um ano de 2022 caracterizado por condições climatéricas de seca, o que afetou a produção hidroelétrica. Contudo, em 2023, o país registou um aumento de 70% na produção de eletricidade, através da energia hídrica, demonstrando resiliência e capacidade de adaptação. Adicionalmente, teve um crescimento de 43% na produção fotovoltaica, impulsionado pelo aumento da capacidade instalada, o que evidencia um investimento estratégico nas energias renováveis.

Produtibilidade das fontes renováveis. No que toca ao valor total de energia produzida - produtibilidade - pelas fontes de energia renovável em 2023, os números são encorajadores. Tanto a energia hidroelétrica como a eólica registaram índices de 0,99, em consonância com a média histórica. Por sua vez, a produtibilidade solar excedeu as expectativas, alcançando 1,01.

Redução da dependência de energias não renováveis. Notável é também a diminuição da produção e energia não renovável para 19% do consumo total, o valor mais baixo de 1988. Este facto, aliado ao recorde de 20% do consumo abastecido por importações - o mais alto desde 1981 - reflete uma mudança substancial na matriz energética portuguesa.

Os especialistas do setor energético realçam a importância destes avanços, mas salientam a necessidade contínua de investimentos em tecnologias renováveis e infraestruturas eficientes. A diversificação energética, aliada a políticas que promovam a eficiência energética, é crucial para manter este impulso e minimizar a dependência energética externa.

Portugal está na vanguarda do caminho para um futuro mais amigo do ambiente. O país mostra um bom desempenho no aproveitamento de energias limpas, avanços tecnológicos e eficiência na utilização de recursos naturais. À medida que a procura por energia aumenta, a sustentabilidade continua a ser um pilar essencial no desenvolvimento do setor energético nacional, evidenciando a importância de investir continuamente em soluções inovadoras e ecológicas.

Este panorama de transformação energética não só reforça o compromisso de Portugal com a sustentabilidade, mas também ilustra como a inovação e a adaptabilidade podem moldar um futuro energético mais verde e sustentável. Com estas medidas, Portugal está a estabelecer um padrão para uma transição energética responsável e sustentável, provando que é possível equilibrar o crescimento económico com a responsabilidade ambiental.

Publicado a 23 de janeiro de 2024
Esse artigo foi útil?

23 de janeiro de 2024
Partilhar esta mensagem

Artigos relacionados

Sustentabilidade
Reciclagem de automóveis. A sustentabilidade ambiental agradece22 fevereiro - 2 min de leitura
Automóvel
Dístico para Veículos Elétricos. Obrigatório ou opcional?09 novembro 2023 - 2 min de leitura
Gestão de frotas
Mobilidade Elétrica: Todos os dados da evolução na Europa e em Portugal 04 maio 2023 - 5 min de leitura