Vendas europeias prosseguem abrandamento

1 min de leituraMercado
A abrandar, foi assim que as vendas de automóveis na Europa começaram o ano, com descida no primeiro trimestre.
Partilhar esta mensagem

A quebra nas matrículas foi, de acordo com os dados da Associação dos Construtores Europeus de Automóveis (ACEA), de 3,3% em relação ao primeiro trimestre de 2018, tendo sido, nos três primeiros meses, comercializados 4 032 881 veículos ligeiros de passageiros.

Entre os cinco maiores mercados, apenas o alemão estagnou (+ 0,2%), tendo os restantes caído, com Espanha (- 6,9%) e Itália (-6,5%) a assinalarem as maiores perdas.

Em Portugal, a descida trimestre foi de 5,9%, para 59 445 viaturas deste tipo.

No que se refere à análise isolada de março, a descida percentual foi ainda mais acentuada e atingiu 3,3%, para 1 722 442 matrículas. Todo os cinco “grandes” venderam menos no que em igual mês do ano passado.

Itália (- 9,6%) destacou-se, mas Espanha (- 4,3%), Reino Unido (- 3,4%), França (- 2,3%) e Alemanha (- 0,5%) também caíram.

O desempenho do mercado português em março foi ainda mais forte, com a descida a ascender a 10,7%, para 24 900 unidades.

Publicado a 6 de agosto de 2020

6 de agosto de 2020
Partilhar esta mensagem

Artigos relacionados

AutomóvelJeep Gladiator chega ao mercado europeu em 202010 agosto 2020 - 1 min de leituraArrowRight
MercadoVendas europeias em queda06 agosto 2020 - 1 min de leituraArrowRight
MercadoVendas europeias começam ano na faixa de desaceleração01 março 2019 - 1 min de leituraArrowRight