LeasePlan EV Readiness Index 2022

2 min de leituraEstudos LeasePlan
A falta de infraestruturas de carregamento continua a ser um importante bloqueio que impede a adoção veículos elétricos em todo o continente, apesar do aumento do interesse dos condutores europeus em veículos elétricos.
Partilhar esta mensagem

Esta é a principal conclusão do EV Readiness Index 2022 da LeasePlan (disponível aqui) – uma análise abrangente do nível de preparação de 22 países europeus para a revolução dos veículos elétricos. O Índice baseia-se em três fatores: nº de registos VE, maturidade das infraestruturas VE e incentivos governamentais em cada país.  

Portugal ocupa a 11ª posição entre os 22 países analisados, sem evolução significativa relativamente à maturidade do mercado de VE, em comparação com 2021. De referir, no entanto, um excelente score do fator TCO (total cost ownership), maioritariamente devido aos subsídios à compra e incentivos fiscais existentes no país. Já o score relativo às infraestruturas de carregamento reduziu em 1 ponto, revelando que a infraestrutura de carregamento continua a pontuar relativamente baixo em Portugal, em linha com a tendência europeia.

Principais Conclusões

• A absorção de VE aumentou significativamente em quase todos os mercados.  Isto reflete a popularidade crescente dos VE em todos os países europeus à medida que mais modelos ficam disponíveis em todos os segmentos

• A infraestrutura de carregamento ainda está atrasada, criando uma escassez de carregamento à medida que os registos de VE aumentam rapidamente. Isto realça a necessidade urgente dos governos investirem numa infraestrutura pública robusta e fiável em toda a Europa  • Os VE estão mais acessíveis do que nunca.  A competitividade dos custos é maioritariamente impulsionada por preços de energia comparativamente mais baixos para os VE (especialmente quando comparados com o aumento dos preços do gasóleo e do combustível da gasolina) e por regimes fiscais mais benéficos para os condutores de VE.

• A Noruega foi a mais bem classificada em termos de prontidão de VE, República Checa e Polónia classificadas como as mais baixas, enquanto a Grécia teve o maior aumento de pontuação em relação a 2021.

A total falta de ação dos governos na infraestrutura de veículos elétricos está a criar uma escassez de carregamento na Europa. À medida que aumenta a oferta de novos modelos de veículos elétricos e os preços caem, mais pessoas optam por VE’s e, se as infraestruturas de carregamento não acompanharem este crescimento, encontrar estações de carregamento disponíveis vai tornar-se cada vez mais difícil.

Este relatório deve ser um alerta para a necessidade de investir numa ampla infraestrutura de carregamento europeia. A transição para a condução elétrica é uma das formas mais eficazes de combater as mudanças climáticas e os governos precisam torná-la mais fácil, não mais difícil, para todos fazerem a essa transição.

Tex GunningCEO da LeasePlan

A LeasePlan está na vanguarda da revolução da mobilidade limpa: as entregas de carros elétricos e híbridos plug-in atingiram um recorde de 31,8% de todas as novas ativações no 4º trimestre de 2021.  

Por outro lado, a LeasePlan comprometeu-se a alcançar as emissões líquidas zero da sua frota financiada até 2030. Sendo também um parceiro fundador da iniciativa EV100 do Climate Group, uma iniciativa global de negócios destinada a acelerar a captação de EVs e infraestruturas entre as principais empresas mundiais.

Pontuações EV Readiness index 2022

Publicado a 19 de abril de 2022

19 de abril de 2022
Partilhar esta mensagem

Artigos relacionados

Estudos LeasePlanMobility Insights Report | Edição Veículos Elétricos23 fevereiro 2021 - 3 min de leituraArrowRight
Estudos LeasePlanCOVID-19, alterações climáticas e carros elétricos: o impacto da pandemia na mobilidade15 fevereiro 2021 - 4 min de leituraArrowRight
Estudos LeasePlanEstamos a comprar mais veículos elétricos em Portugal?08 fevereiro 2021 - 3 min de leituraArrowRight