Renting é a opção mais competitiva e vantajosa para quem quer trocar de carro

2 min de leituraEstudos LeasePlan
A LeasePlan divulgou, recentemente, um estudo que revela que o renting é a opção mais vantajosa para quem quer trocar de carro.
Partilhar esta mensagem

O estudo “Vários caminhos para a Mesma Viagem” – Compra, Leasing ou Renting?, desenvolvido pela equipa de consultoria da LeasePlan, concluiu que o renting é 16% mais competitivo do que a compra para particulares, já para as empresas, onde se compara também o leasing, o renting surge também vencedor sendo 22% mais barato que a compra e 21% mais barato que o leasing.

Estas são as conclusões do estudo “Vários caminhos para a Mesma Viagem” – Compra, Leasing ou Renting?, um exercício que analisou os custos de utilização e que permitiu descrever cada modelo de gestão/aquisição - Compra, leasing ou renting -, desmistificando não só os elementos a ter em conta para uma efetiva comparação financeira entre os diversos modelos, mas sobretudo mostrando as vantagens e desvantagens de cada modelo de gestão. Esta análise veio confirmar que o renting é o modelo de gestão onde os custos totais de utilização são menores, tanto para clientes particulares como empresas. 

No atual contexto de incerteza que vivemos, o renting é, sem dúvida, o modelo onde a flexibilidade contratual surge como um dos critérios mais importantes a ter em conta. A possibilidade de, a qualquer momento, ajustar o veículo a novas necessidades ou até mesmo terminar o contrato de forma antecipada, permite ao cliente não hipotecar as suas decisões e desfrutar de uma liberdade que dificilmente encontra nos outros modelos de aquisição. Num novo contexto de serviços por subscrição, pela sua própria abordagem de car-as-a-service, o renting é o modelo melhor preparado para responder às novas tendências no setor automóvel, apresentando um pacote de serviços simples, modular e descomprometido.

A previsibilidade de custos é outra das mais-valias do renting, uma vez que a locadora faz uma previsão do valor residual do veículo no início do contrato e, assim, calcula as rendas mensais (incluindo a depreciação e os juros). Todos os custos previsíveis e imprevisíveis que poderão ocorrer durante o ciclo de vida do veículo, como o IUC, a substituição de pneus, vidros, correias de distribuição, entre outros, ficarão a cargo da locadora, proprietária do veículo. Fiscalmente o renting é também o modelo mais vantajoso uma vez que a incide apenas sobre o valor de utilização do veículo.

Aceda ao estudo aqui.

Fale connosco

Preencha o formulário para que a nossa equipa de profissionais especializados o contacte

Publicado a 6 de julho de 2021

Mais sobre
6 de julho de 2021
Partilhar esta mensagem

Artigos relacionados

Estudos LeasePlan“Vários caminhos para a Mesma Viagem” – Compra, Leasing ou Renting?23 junho - 3 min de leituraArrowRight
Lançamentos“Farto de Stress? Não compre carro”, um conselho da nova campanha da LeasePlan01 junho - 1 min de leituraArrowRight
Estudos LeasePlanEstamos a dar preferência aos carros particulares. Mas porquê?23 fevereiro - 3 min de leituraArrowRight