Mobilidade elétrica. Portugal bem preparado

2 min de leituraMobilidade
Num contexto global de transição para veículos elétricos - VE - Portugal destaca-se como o 13.º país mais bem preparado. Esta posição reflete o compromisso nacional com a mobilidade sustentável, antecipando um futuro promissor na condução elétrica.
Partilhar esta mensagem

Segundo a Euromonitor Internacional, Portugal ocupa o 13.º lugar entre os 40 países mais preparados para a transição para veículos elétricos - apesar de uma queda de seis posições comparativamente com 2022. Este ranking é liderado por países como a Noruega, a Suíça e a Suécia. Mas, o que torna Portugal num país tão bem posicionado?

Critérios de Avaliação e Posicionamento de Portugal. A avaliação da Euromonitor Internacional considera vários critérios, como maturidade do mercado, infraestrutura, poder de compra do consumidor e custo de propriedade. Portugal destaca-se particularmente na maturidade do mercado, com 72 em 100 pontos, e na infraestrutura, com 67 pontos. Este desempenho é resultado de políticas governamentais eficazes, incentivos fiscais para a compra de VE e investimentos significativos em infraestrutura de carregamento.

Contudo, apesar de bem posicionado, Portugal enfrenta desafios como a escassez de postos de carregamento em certas áreas e o custo de aquisição de VE, que é ainda elevado. Por essa razão, o governo e o setor privado estão a trabalhar para aumentar o número de postos de carregamento, criando incentivos que tornem os VE mais acessíveis.

Evolução do Mercado e Perspetivas Futuras. Mundialmente, espera-se que os registos de novos VE cresçam 19% e atinjam 13 milhões de unidades no fecho das contas referentes o ano de 2023. No caso de Portugal, esta tendência de crescimento é acompanhada por uma necessidade de adaptação às novas condições económicas. Fransua Vytautas Razvadauskas, Insights Manager, Mobility na Euromonitor Internacional, observa que "o aumento da concorrência e os cortes de preços estão a atrair mais compradores para os VE. Mas o crescimento está a desacelerar devido à maturidade do mercado e à saturação de veículos elétricos. As condições económicas difíceis e as taxas de juro mais elevadas estão a complicar a aquisição de novos veículos pelos consumidores."

Sempre atento à evolução deste cenário, vamos continuar a acompanhar o progresso contínuo e as inovações que vão moldar o futuro da mobilidade elétrica em Portugal. Com um olhar focado nos desafios e nas oportunidades, Portugal pode não só manter a sua posição de destaque, mas também liderar o caminho na adoção de uma mobilidade mais sustentável e inovadora.

Publicado a 18 de janeiro de 2024
Esse artigo foi útil?

18 de janeiro de 2024
Partilhar esta mensagem

Artigos relacionados

Automóvel
Dístico para Veículos Elétricos. Obrigatório ou opcional?09 novembro 2023 - 2 min de leitura
Mobilidade
Carregar o carro elétrico em casa. 5 dicas essenciais... 19 setembro 2023 - 2 min de leitura
Mercado
António Gil Machado: Mobilidade e Imobiliário14 março 2023 - 1 min de leitura