21-FEV_RENAULT_CLIO

Campeão de vendas Renault Clio com substituto à vista

1 min de leituraMercado
A Renault deu a conhecer as primeiras informações da quinta geração do Clio. O produto do segmento B é muito importante na estratégia da marca. Em Portugal, por exemplo, é o modelo mais vendido há vários anos.
Partilhar esta mensagem

O novo Clio será apresentado pela Renault em março, no Salão de Genebra, e deverá começar a chegar aos mercados europeus no fim do primeiro semestre. Chega com a “responsabilidade” de ostentar um nome com 15 milhões de unidades vendidas desde que a primeira geração foi lançada, em 1990.

O modelo inaugurará a nova plataforma CMF-B da aliança Renault-Nissan, que tem, indica a marca francesa, “uma nova arquitetura elétrica e eletrónica preparada para integrar as últimas evoluções tecnológicas, de forma a responder às futuras exigências dos mercados”.

Com efeito, para o grupo Renault, o novo Clio é o “ponta-de-lança” do plano estratégico Drive the Future (2017-2022), que se articula em torno de três pilares: elétrico, conetado e autónomo.

O modelo será, indica a Renault, “pioneiro, pois irá democratizar as tecnologias de assistência que conduzirão à condução autónoma”.

Na estética exterior não se nota uma revolução. É no interior que a Renault se propõe a mudar mais o visual e forma do Clio.

A quinta geração adota o que a marca francesa chama de “smart cockpit”, que evidencia a tecnologia. Destaque para o ecrã multimédia de 9,3 polegadas (sete polegadas antes) ou o painel de instrumentos digital.

Publicado a 18 de fevereiro de 2019

18 de fevereiro de 2019
Partilhar esta mensagem

Artigos relacionados

InovaçãoCityAirbus NextGen: o novo eVtol da Airbus11 outubro 2021 - 1 min de leituraArrowRight
SustentabilidadeItália quer proteger as marcas que produzem carros de luxo14 setembro 2021 - 1 min de leituraArrowRight
Gestão de frotasO futuro das frotas10 fevereiro 2020 - 7 min de leituraArrowRight