elétricos 2022

Cinco elétricos que vão marcar o início de 2022

4 min de leituraInovação
Não há como fugir aos números: em mais de uma centena de novos lançamentos que deverão ocorrer nos próximos meses, quase um terço serão elétricos. Uma tendência, em forma de futuro, que o mercado automobilístico vai testemunhar durante 2022. Renault Mégane E-Tech, Nissan Ariya e Aiways U5 são apenas alguns exemplos.
Partilhar esta mensagem

Mégane E-Tech

Os primeiros meses de 2022 vão-nos permitir “conhecer” o Mégane E-Tech 100% elétrico, que deverá chegar em duas versões: Equilibre e Techno. A versão de acesso conta com bateria de 40 kWh e motor elétrico de 130 cv e 250 Nm, suficientes para autonomia de 300 km.

Na variante Techno, a bateria será de 60 kWh e unidade motriz elétrica de 220 cv/300 Nm, para um alcance máximo na ordem dos 470 km. Com carregador de bordo preparado para 130 kW, o Mégane E-Tech Elétrico pode recuperar 300 km em cerca de 30 minutos.

Para acompanhar a estreia do modelo no mercado nacional, a Renault oferece o Renault Care Services que, em caso de uma bateria descarregada, responderá, segundo a marca, em menos de 30 minutos para que possa terminar a viagem, seja através de reboque da viatura ou recarregamento no local, dependendo da área geográfica onde o veículo se encontra. Aliás, a Renault vem ainda propor o denominado “Switch Car”, um sistema que prevê a possibilidade dos clientes do Mégane E-Tech utilizarem, sem custo, um automóvel alternativo se a quilometragem da viagem o exigir. As encomendas começam em fevereiro.

Nissan Ariya

Produzido no Japão e adotando a mesma plataforma do futuro Renault Mégane E-Tech, o Nissan Ariya está em pré-venda desde o início do ano, estando previsto que as primeiras unidades cheguem no verão. O veículo é apresentado como tendo um habitáculo amplo, assim como uma espaçosa zona da mala (de 408 a 466 litros). A inexistência de túnel de transmissão atrás permite, segundo a marca, um bom espaço para as pernas dos passageiros dos lugares traseiros.

Em Portugal, a gama do Ariya será composta por uma versão de entrada com bateria de 63 kWh, 218 cv de potência e uma autonomia de 360 km. Depois, a versão de maior autonomia, com 500 km, abraça uma bateria de 87 kWh com 242 cv de potência.

No que diz respeito a velocidades de carregamento, todos os Nissan Ariya carregam a uma velocidade máxima de 130 kW em corrente contínua (DC). Já em corrente alterna (AC), é possível carregar a 22 kW de série nas versões de 87 kWh, e como opcional na versão de 63 kWh.

Aiways U5

Será o primeiro SUV 100% elétrico ‘made in’ China a chegar ao mercado português. O arranque da comercialização está agendado para março, com a marca com sede em Xangai a comercializar os seus SUV 100% elétricos em Portugal em associação com a Bergé Auto, empresa importadora de marcas como a Kia, Mitsubishi ou Maxus.

O SUV elétrico chinês está disponível em dois níveis de equipamento: XCite e Prime. A bateria de 63 kWh permite ao motor elétrico debitar 204cv e 310 Nm, transmitidos ao eixo dianteiro, além de uma autonomia de até 410 km (400 km na versão Prime devido às jantes de 19 polegadas). De resto, é capaz, segundo a marca, de acelerar dos 0 aos 100 km/h em 7,5 segundos e alcançar uma velocidade máxima de 160 km/h.. Quanto ao carregamento, a marca promete a capacidade de repor entre 30 e 80% da carga da bateria em cerca de 27 minutos, desde que recorrendo a um posto de carga rápida.

Já numa tomada AC, e utilizando o carregador de 6,6 kW que o modelo possui, serão necessárias cerca de 8 horas para recuperar entre 20 e 100% da carga das baterias.

Volvo C40 Recharge

Para a Volvo, o C40 Recharge é um automóvel que representa o futuro. O veículo, que recorre à plataforma CMA, conta com dois motores elétricos – um por eixo – e tem um pack de baterias com 78kWh de capacidade permitindo carregamentos de 80% do seu limite em cerca de 40 minutos e oferecendo uma autonomia de 420 km (WLTP) que deverá melhorar ao longo do tempo através das referidas atualizações de software OTA. Está disponível na versão Twin AWD First Edition, apresentando duas opções distintas de aquisição para clientes particulares ou empresas onde se inclui não só o automóvel, mas uma vasta gama de serviços, como a manutenção, por exemplo.

O novo C40 Recharge não será fabricado na Suécia, mas sim em Ghent, na fábrica belga da Volvo, juntamente com o XC40 Recharge e outros modelos do construtor com motores de combustão. Mas a marca sueca estima que, já este ano, 60% dos veículos aí produzidos serão 100% elétricos, percentagem que irá aumentar nos próximos anos.

Cupra Born

Antes apelidado de El Born, a base do Cupra Born é a MEB do grupo Volkswagen, dedicada aos produtos elétricos. Depois das versões híbridas Plug-In para o Leon e para o Formentor, a Cupra disponibiliza agora um 100% elétrico com um modelo equipado com um motor síncrono de íman permanente colocado na traseira, capaz de fazer 16.000 rpm. A bateria de 45 kWh alinha com o motor de 150 cv e oferece uma autonomia de 340 km. Existe ainda a versão com bateria de 58 kWh e um motor com 204 cv, com 420 km de autonomia. Já a versão de topo, combina uma bateria de 77 kWh, com o motor a debitar 231 cv e a oferecer uma autonomia de 540 km. É capaz de chegar dos 0-100 km/h em 6,6 segundos. Mas, segundo os especialistas, mais do que as prestações e autonomia elétrica, aquilo que primeiro vai chamar a atenção dos potenciais compradores será a distinta estética do modelo. O Cupra Born apresenta desde logo um forte caráter desportivo, expressando agilidade com superfícies que fluem dinâmica. Destaque para a incisiva dianteira com o nome “Cupra” debaixo do grande logo em posição central a acompanhar a “grelha” que é estética em função central.

Muitas novidades, muita inovação tecnológica e grande dinamismo do mercado automóvel. A mobilidade elétrica continua a dar passos rumo à maturidade e nós vamos estar atentos, para lhe contarmos todas as novidades.

Publicado a 31 de janeiro de 2022

31 de janeiro de 2022
Partilhar esta mensagem

Artigos relacionados

SustentabilidadeMobilidade sustentável: Já conhece os carros que purificam o ar?10 maio - 2 min de leituraArrowRight
MobilidadeMobilidade eléctrica: Postos de carregamento cada vez mais perto15 março - 2 min de leituraArrowRight
SustentabilidadeHonda atrasa chegada do Urban EV para 202022 janeiro 2019 - 1 min de leituraArrowRight