H5_cover2_433

Hongqi é o novo fabricante de veículos elétricos na Europa

1 min de leituraInovação
Com as mais recentes medidas para a descarbonização do setor automóvel, várias marcas “made in China” tentam a sua sorte no mercado europeu. Exemplo disso é a Hongqi, que conta com meio milhar de encomendas procedentes da Noruega.
Partilhar esta mensagem

A Hongqi (que significa bandeira vermelha) foi o primeiro fabricante chinês de carros de passageiros e serviu os altos quadros do Partido Comunista no país.

O primeiro modelo foi lançado em 1958, servindo para desfiles de efemérides importantes. Por exemplo, o 1 de Outubro - Dia da Implantação da República Popular da China.

Na China, o maior mercado automóvel do mundo, as vendas da Hongqi têm crescido nos últimos anos. Tudo graças ao lançamento de mais modelos e à expansão da rede de concessionários.

Em 2018, a Hongqi contratou Giles Taylor, antigo designer da Rolls-Royce, para liderar a sua equipa de design no Salão Automóvel de Munique, e desde então os automóveis tornaram-se cada vez mais apelativos.

Hongqi H9

Exemplo disso é o luxuoso Hongqi H9, o modelo que se assume como o concorrente chinês do Classe S. No exterior, as linhas são inspiradas no BMW Série 7 e Rolls-Royce Ghost e, por dentro o que não falta é espaço. Quanto ao conforto, notar -se sobretudo no bolso. O preço deste modelo é muito mais tentador do que o do Mercedes-Benz Classe S, por exemplo.

Mas existem mais fabricantes chinesas de veículos elétricos interessadas a conquistar uma fatia do mercado europeu durante este período de transição energética. Por exemplo a Nio e a Xpeng.

Publicado a 15 de outubro de 2021

15 de outubro de 2021
Partilhar esta mensagem

Artigos relacionados

AutomóvelJeep Gladiator chega ao mercado europeu em 202010 agosto 2020 - 1 min de leituraArrowRight
AutomóvelVendas europeias com ligeira quebra até abril06 agosto 2020 - 1 min de leituraArrowRight
SustentabilidadeNissan LEAF “campeão” de vendas elétricas na Europa08 fevereiro 2019 - 1 min de leituraArrowRight