E se a sua empresa trocasse a “política do jeitinho”?

Uma política de gestão de frota pode ser mais importante do que você imagina.

2 de Outubro de 2019

Segunda-feira. Fernando se despede da esposa e caminha até o carro com as chaves na mão. Bom profissional, daqueles vendedores natos que colecionam prêmios e metas batidas, consegue fazer várias rotas por dia, sempre com o sorriso no rosto e o contrato assinado na mão.

A segurança no volante do carro da empresa esconde certas atitudes que Fernando não acredita que sejam importantes. Talvez nem as perceba. Para Fernando, o mais importante é o jogo. É sair de casa com a vontade de conquistar mais um negócio, de falar com aquele cliente que vai trazer a promoção que tanto espera.

Por isso, não se importa em passar pelo sinal vermelho e nem em ir um pouco além da velocidade naquela rodovia. “Estou tão perto. Se eu apertar o acelerador, vou chegar antes da concorrência”. Fernando é bom. O fato do nome dele aparecerna lista dos líderes de venda impede o gestor João Almeida de fazer alguma reprovação diante das inúmeras multas de trânsito. Afinal, ninguém mexe com o time que está ganhando, não é mesmo?

Almeida até reclama quando ele aparece com algum risco no carro ou quando estoura o limite do cartão combustível, mas Fernando é carismático. Ele já saca uma piada na manga e Almeida já responde com risos a velha brincadeira de trocar o modelo do carro pelo do gerente financeiro.

Mas o que Almeida não percebe é o risco que envolve a situação. A rotina do dia-a-dia deixa passar certas atitudes que são um risco tanto para o profissional quanto para a empresa. Fernando segue com o seu jeitinho brasileiro e bate as metas. Arrisca a vida no trânsito por aquela cifra a mais no final do mês. Almeida só deseja a estabilidade. As colunas em verde na planilha de vendas.

O que os dois não veem é a possibilidade de ganho nessa história. E se esses pequenos detalhes pudessem ser mapeados e discutidos em uma reunião? Fernando até pode perceber que está agindo de uma maneira inadequada. Mas será que sabe que poderia fazer melhor?

Será que, a partir de uma conversa com Almeida, pudessem discutir esses pontos e elaborar uma política, um jeito próprio para que, juntos, alavancassem as vendas? Uma política de frotas não apenas solucionaria a questão, mas decidiria as regras do jogo. Fernando não deixaria os velhos hábitos tomarem partido das situações e não correria tantos riscos no trânsito. Almeida também conseguiria resolver os pontos fora da curva e estaria liberto das velhas chateações provocadas pelo seu vendedor preferido.

Todas as empresas precisam de uma política de frotas clara, que contemple as regras de indicação de condutores e responsabilidades para cobrança de multas...

Cleber Kouyomdjiansuperintendente comercial da LeasePlan

A grande verdade é que existem muitos “Fernando” e “Almeida” no universo da gestão de frotas. Mas esta é uma realidade que não tem mais espaço em um cenário em que o trânsito é caótico e que as empresas estão na busca incansável para serem cada vez mais sustentáveis. E a implantação de uma política de Frotas bem definida é o principal passo para diminuir os riscos cíveis e criminais na gestão de frotas da empresa. Com um condutor seguro e atuando dentro de regras pré-estabelecidas, o gestor de frotas consegue atuar de forma mais estratégica e focar no que é realmente importante para os negócios.

Vale lembrar que, para uma política de frotas ser realmente efetiva, é necessário o envolvimento de outros departamentos da empresa. Afinal, a gestão de frotas muitas vezes passa pelo RH, Supply, Comercial, Jurídico, entre outras áreas co-relacionadas. Quanto mais gente participar, maiores são as chances do documento ser efetivo.

Mas nada de manter o projeto dentro da sala de reuniões! A política de frotas precisa estar alinhada com os hábitos dos gestores e condutores dos veículos. A ideia é estabelecer orientações claras e acessíveis para os responsáveis. Tudo precisa estar alinhado: regras de conduta de segurança e abastecimento, manutenção do veículo, além de outras informações que irão ser úteis na rotina do trânsito.

Quer saber como estabelecer uma política de frotas eficiente e não deixar com que seus colaboradores sigam cometendo imprudências? A LeasePlan oferece serviços que ajudam você a resolver assuntos complexos, como é o caso da política de frotas.


Gostaria de falar mais sobre terceirização de frota?

Para terceirização ou gestão de sua frota

Ligue para (011) 3296-8670 e fale com nosso time comercial. De segunda a sexta-feira, das 9h às 17h.

Leia também

24 de Junho de 2020

8 tecnologias que moldarão o futuro da mobilidade

O futuro está mais perto do que você pensa! Conheça as 8 inovações que irão moldar o futuro da mobilidade

17 de Junho de 2020

Mobilidade Corporativa através da Terceirização de Frotas

Saiba como facilitar a retomada do seu negócio pós quarentena do COVID-19 através da Terceirização de Frotas!

9 de Junho de 2020

De olho na embreagem

Como aumentar a vida útil do carro?!