O que muda com a Placa Mercosul?

Tire todas as suas dúvidas sobre a Placa Mercosul: padrão, preços e quando é preciso trocar.

Tire todas as suas dúvidas sobre a Placa Mercosul: padrão, preços e quando é preciso trocar.

3 de Setembro de 2020

O novo modelo de placas está em vigor no país e traz novas possibilidades de combinações por um valor menor

A placa Mercosul está em vigor em todo o Brasil desde janeiro de 2020. Esse novo modelo permite mais de 450 milhões de combinações de números e letras, enquanto o sistema antigo permitia apenas 175 milhões. Apesar disso, os donos de veículos ainda não são obrigados a trocar a sua antiga placa pela nova. 

Tire todas as suas dúvidas sobre a Placa Mercosul, o que mudou com a nova placa e quando é preciso trocar a do seu veículo.

Qual o padrão da Placa Mercosul? 

A placa continua tendo 7 caracteres, mas com 4 letras e 3 números. Além disso, as letras e números podem aparecer embaralhados e os países que adotarem este tipo de placa, não precisam estabelecer a mesma distribuição de caracteres. Como é o exemplo do Brasil e da Argentina. Enquanto em nosso país os caracteres estão distribuídos em XXX YXYY (sendo X letra e Y, número) para automóveis e XXX YY XY para motocicletas, na Argentina a sequência é XX YYY XX.

Outra mudança da placa Mercosul é a cor das placas. Antigamente, a identificação era feita pela cor de fundo e pela cor das letras. Agora, o fundo sempre será branco e a cor pode mudar nas bordas e nas letras. Então, por exemplo, a borda e as letras de um ônibus, de caminhões ou de táxis serão vermelhas. Para carros de coleção, que antes usavam o preto como cor de fundo, os caracteres serão cinzas, já que as bordas e letras pretas serão exclusivas de veículos comuns.

O tamanho da placa continua o mesmo! Assim como no modelo anterior, a nova placa possui o tamanho de 40cm de largura por 13cm de altura. Ainda assim, o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) autoriza uma redução em até 15% do tamanho em situações em que ela não couber no receptáculo do veículo; desde que o QR Code e a bandeira brasileira sejam mantidos.

Quando é preciso trocar para a nova placa Mercosul?

A troca da placa ainda não é obrigatória, mas é possível que o governo torne obrigatório para poder alcançar um padrão entre as frotas até 2023. Mas por enquanto, apenas nesses casos é preciso emplacar o veículo com a placa Mercosul:

  • Primeiro emplacamento do veículo
  • Veículos que forem transferidos de propriedade ou arrendatário e houver mudança de município entre CNPJ/CPF antigo e futuro
  • Veículos que trocaram de categoria
  • Placas danificadas ou furtadas

A Placa Mercosul é mais cara?

Apesar da mudança do padrão, o custo da nova placa é menor do que no sistema antigo. No Rio de Janeiro, por exemplo, o modelo anterior custava R$ 219,35 e R$ 90,12 para carros e motocicletas (respectivamente), e hoje custa R$ 193,84 para carros e R$ 64,61 para motocicletas.Essa diferença no valor se dá ao fato de que no novo sistema não há um lacre na placa traseira, então o valor desse item deixou de ser cobrado.

A respeito da segurança, segundo o Denatran, a clonagem de veículos com a placa Mercosul é dificultada pela presença do QR Code, que possibilita identificar rapidamente se a placa é original, se foi extraviada ou se é falsa.

Para oferecer as melhores soluções para seus clientes, a LeasePlan sempre está atenta às normas impostas pelos órgãos nacionais de trânsito. Afinal, o cumprimento das leis é fundamental para fazer a diferença!

Gostaria de falar mais sobre terceirização de frota?

Para terceirização ou gestão de sua frota

Ligue para (011) 3296-8670 e fale com nosso time comercial.
De segunda a sexta-feira, das 9h às 17h.

Share this

Leia também

10 de Setembro de 2021

Europa à frente do futuro eco

Europa mais sustentável: como o continente pode inspirar o Brasil a ser mais sustentável?

10 de Setembro de 2021

Novidades da Lizy

A assistente virtual da LeasePlan, a Lizy, tá cheia de novidades para você!

8 de Setembro de 2021

5 fatos sobre Veículos Elétricos

Dia do veículo elétrico: saiba algumas curiosidades sobre os veículos do futuro.