Frotas com zero emissão podem contribuir com o combate das mudanças climáticas

4 min para lerSustentabilidade
COP26 debate carros elétricos como alternativa ao combate das mudanças climáticas
Share this

Promover a frota elétrica é uma das alternativas propostas pela COP16

Em novembro, a cidade de Glasgow, localizada na Escócia, foi palco da 26 Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas. O evento que tem o objetivo de debater o impacto da atividade humana no clima aconteceu após a divulgação de um importante relatório que alerta sobre o limite de temperatura da superfície da Terra. De acordo com o Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC), os níveis pré-industriais, de 1,5 C, serão rompidos nos próximos 15 e 20 anos, o que torna a irreversibilidade dos danos negativos ainda mais possível.

Durante a convenção, uma aliança formada por 30 países e 16 empresas estabeleceu a proposta para que apenas caminhões e automóveis novos de zero emissão sejam produzidos a partir de 2035 para os mercados líderes do setor e até 2040 para os demais países do mundo.

A proposta é um sinal de avanço para o setor de mobilidade, visto que especialistas afirmam que a eletrificação pode contribuir com a redução de emissões  nos transportes. O mercado está em ascensão: com base nos dados da International Energy Agency (IEA), o estoque global de veículos elétricos leves no mundo era de 10 milhões de unidades até o final de 2020, registrando inclusive um aumento de 43% em comparação ao ano anterior, mesmo com a desaceleração econômica em decorrência da pandemia.

Para se ter uma ideia, o setor é responsável por cerca de 20% das emissões mundiais de gases do efeito estufa, sendo 90% delas correspondentes ao tráfego viário. Atualmente, 60% de todos os carros novos vendidos na Europa são carros corporativos. Segundo dados do último whitepaper da LeasePlan, "Road to COP26: Como é que as frotas corporativas podem combater as alterações climáticas", em média, os carros corporativos circulam 2,25 vezes a mais do que os carros particulares. Já no Brasil, em 2020, as locadoras compraram um equivalente a 20,6% de todos os automóveis e comerciais leves emplacados no país, de acordo com a Associação Brasileira Locadora de Automóveis (Abla). 

A proposta de descarbonização dos veículos pode parecer um plano político distante das estratégias das empresas brasileiras, mas pensar em mudanças para uma frota elétrica pode fazer parte dos planejamentos nacionais. Um estudo do Instituto Clima e Sociedade confirma o apoio dos brasileiros para a eletrificação veicular, sobretudo do transporte público, como uma medida importante de redução da poluição e melhora da qualidade de vida. 

Apesar da pauta sobre eletrificação não avançar no país na mesma velocidade comparada aos países europeus e Estados Unidos, o fato do assunto ter entrado em pauta na agenda internacional proporciona uma visão positiva para o mercado de frotas, pois gera um incentivo para a oferta de novas tecnologias e escolhas para o setor.

A LeasePlan é também uma parceira fundadora da iniciativa EV100 do The Climate Group, lançada no âmbito da Assembleia Geral das Nações Unidas em setembro de 2017, para promover a aceitação de V.E. entre as maiores empresas mundiais. Quer saber mais sobre o tema? Entre em contato conosco!

Gostaria de falar mais sobre terceirização de frota?

Para terceirização ou gestão de sua frota

Ligue para (011) 3296-8670 e fale com nosso time comercial.
De segunda a sexta-feira, das 9h às 17h.

Share this
Publicado em 9 de dezembro de 2021

9 de dezembro de 2021
Share this

Artigos relacionados

EventosCapital gaúcha recebe a LeasePlan no PARAR On the Road14 agosto 2019 - 2 min para lerArrowRight
EventosLeasePlan marca presença no PARAR On The Road SP24 julho 2019 - 1 min para lerArrowRight
EventosLeasePlan é destaque no On The Road Curitiba17 maio 2019 - 2 min para lerArrowRight