Como a direção econômica pode ajudar na gestão de frotas

2 min para lerSegurança
Dicas para uma direção mais econômica
Share this

O uso consciente de técnicas ao volante pode ajudar na economia da empresa

Ter um olhar atento na forma como os seus colaboradores estão conduzindo o volante pode fazer a diferença no orçamento da sua empresa. A partir de pequenas práticas que utilizam as próprias condições do motor do veículo e uma ajudinha das leis da física conseguimos perceber mudanças positivas no custo da frota. Com esse conhecimento, também é possível reduzir o consumo de combustível, ter um aumento da vida útil das peças, além de proporcionar uma maior segurança ao condutor e aos demais no trânsito.

Na chamada direção econômica, o motorista conduz o veículo de forma assertiva, prestando atenção nos pequenos detalhes, como as frenagens frequentes e desnecessárias e acelerações demasiadas, hábitos que passam muitas vezes despercebidos. Devido à rotina atribulada, o condutor acaba forçando os limites do carro com a intenção de colocá-lo em movimento mais rapidamente. Com isso, ele troca de marcha mais rápido e faz o conta-giros funcionar em alta. Em decorrência desse movimento, o consumo de gasolina acaba disparando também.

A prática da direção econômica envolve mudanças de hábitos, algo que à primeira vista não parece fácil, mas que é possível ser alterada ao longo do tempo. Podemos iniciar com pequenos passos, como por exemplo, evitando sair na temida hora do rush. Se escaparmos dos horários de pico, conseguimos realizar o mesmo percurso com menos combustível, pois percorremos todo o caminho com uma velocidade constante e deixamos de acelerar e frear toda hora devido ao engarrafamento.

Outro hábito muito comum entre os motoristas é dirigir em uma descida “na banguela”. Quem nunca escutou que esse jeitinho ajuda a economizar combustível? Pois esse truque pode trair o condutor. Na verdade, quando dirigimos dessa forma, o veículo acaba consumindo mais, porque o motor precisa manter a rotação em marcha lenta. Descer na “banguela” pode ainda prejudicar as peças, pois a lubrificação do motor é interrompida de maneira abrupta. Se o motorista quiser usar a física ao seu favor, a dica é acelerar antes da subida e descer já engatado, aproveitando a inércia com o carro engrenado. Desta maneira, o motor corta a injeção de combustível, reduzindo o consumo. Além disso, o carro engatado fica mais responsivo, gerando uma segurança ao condutor.

Em tempos de busca pela melhoria dos processos e economia na gestão, a condução econômica pode ser um aliado para o gestor de frota. Com esse conhecimento em mente, podemos elaborar políticas e diretrizes mais eficientes.

A LeasePlan pode te ajudar neste processo de transformação. Consulte nossos consultores para saber mais sobre os serviços que irão reduzir ainda mais os custos da sua frota!

Gostaria de falar mais sobre terceirização de frota?

Para terceirização ou gestão de sua frota

Ligue para (011) 3296-8670 e fale com nosso time comercial.
De segunda a sexta-feira, das 9h às 17h.

Share this
Publicado em 12 de janeiro de 2021

Mais sobre treinamentoDicasSegurança
12 de janeiro de 2021
Share this

Artigos relacionados

SegurançaPlano de Manutenção Completo para a sua Frota 12 março - 2 min para lerArrowRight
Segurança12 valiosas dicas para segurança no trânsito01 julho 2020 - 1 min para lerArrowRight
SegurançaComo reduzir acidentes no trânsito? 27 maio 2019 - 2 min para lerArrowRight